O que é perfil de investidor e por que ele é importante ao investir?

O mercado financeiro é repleto de alternativas de investimentos, com características diferentes de risco e retorno. Por isso, para escolher o que é mais adequado para a sua carteira, é essencial considerar seus objetivos — e também saber qual é o seu perfil de investidor.

Essa classificação é tão relevante que uma instituição financeira disponibiliza o acesso aos investimentos apenas após identificar em qual tipo de perfil você se encaixa. A medida ajuda a proteger seus recursos e estabelecer uma experiência adequada para o investidor no mercado de investimentos.

Quer saber mais? A seguir, você descobrirá o que é o perfil de investidor e qual é a relevância desse conhecimento na sua tomada de decisão. 

Confira!

O que é o perfil de investidor?

O perfil de investidor consiste em uma classificação baseada na tolerância ao risco por parte de quem investe. Logo, ele permite identificar se você é capaz de tolerar mais riscos e perdas ou se prefere seguir uma estratégia mais segura.

Esse perfil é definido ao considerar o seu comportamento, as suas expectativas e o seu posicionamento em relação aos riscos. Desse modo, ele reflete como tende a ser sua tomada de decisão no mercado financeiro, considerando o aspecto da segurança.

Para que ele serve?

Agora que você sabe o que é o perfil de investidor, fica mais fácil entender que ele serve como um guia para a realização de investimentos. Com base nele, você sabe qual deve ser a configuração da sua carteira para atender a sua tolerância ao risco e à perda.

Logo, conhecer seu perfil de investidor o ajuda a escolher entre as alternativas de renda fixa e de renda variável disponíveis no mercado. De acordo com a sua classificação, você saberá se vale a pena aproveitar as oportunidades da bolsa de valores brasileira (B3) ou se o melhor é evitá-las, por exemplo.

Quais são os tipos de perfil de investidor?

O próximo aspecto para compreender sobre o perfil de investidor inclui as diferentes classificações existentes. Assim, você saberá quais são as características dos perfis e entenderá as preferências dos investidores em cada um deles.

Conheça a seguir os três tipos de perfil de investidor!

Conservador

O perfil de investidor conservador contempla quem tem um apetite menor ao risco. Nesse caso, a segurança é priorizada, ainda que isso ocorra em detrimento da rentabilidade financeira. 

Ou seja, um investidor conservador está disposto a ter um retorno limitado se, em troca, ele puder aproveitar um nível maior de segurança.

Além disso, vale considerar o tripé de investimentos, que é formado por segurança, rentabilidade e liquidez. Como só é possível maximizar duas características ao mesmo tempo, o investidor conservador tende a priorizar a segurança e a liquidez, dando menos relevância à rentabilidade.

Como consequência, os investimentos de renda fixa são especialmente comuns para esse perfil. Considerando que eles têm regras conhecidas de retorno, há mais previsibilidade e segurança.

Moderado

Já o perfil de investidor moderado inclui pessoas — físicas ou jurídicas — que têm um comportamento intermediário a respeito dos riscos no mercado financeiro. Então, se você for um investidor desse tipo, é sinal que está disposto a assumir um pouco mais de riscos.

O motivo é que, considerando o tripé de investimentos, assumir mais risco pode trazer um potencial de ganhos mais elevado. Nesse caso, é comum que a carteira de investimentos moderada seja equilibrada entre alternativas de renda fixa e de renda variável.

Essa segunda classe é formada por investimentos que não têm condições previamente conhecidas ou garantia de retorno. Com isso, não há como prever que haverá retorno — mas, se ele existir, poderá ser maior que na renda fixa, especialmente no longo prazo.

Arrojado

O perfil de investidor arrojado representa as pessoas que têm um apetite maior ao risco. Se você for classificado dessa forma, significa que tem uma tolerância ampliada às oscilações do mercado e às perdas que podem acontecer.

Entretanto, convém notar que o investidor arrojado não assume riscos deliberadamente ou sem propósito. Essa tolerância faz parte de uma estratégia voltada para o aumento do potencial de ganhos — de preferência, correndo riscos calculados.

Com isso, o perfil arrojado prioriza decisões que ajudam a ampliar o retorno do portfólio. Em geral, uma carteira arrojada privilegia o investimento em renda variável, mas também pode alocar uma quantia menor em renda fixa, com o objetivo de ter mais segurança em parte do patrimônio ou atender a objetivos de curto prazo.

Por que o perfil de investidor é importante?

Até aqui, você descobriu o que é o perfil de investidor e quais são os tipos existentes. Agora, é interessante notar por que ele tem grande importância para a sua atuação no mercado financeiro. Os motivos são diversos.

Com base nessa classificação, você pode tomar decisões mais alinhadas e que façam sentido para as suas expectativas sobre segurança e retorno. Dessa forma, é possível ficar mais confortável ao investiro que pode favorecer seus resultados.

O perfil também ajuda a evitar problemas e frustrações acerca dos seus investimentos. Afinal, assumir mais riscos do que você realmente tolera pode deixá-lo ansioso e levar à tomada de decisões de modo precipitado, por exemplo — o que pode gerar perdas.

É o que acontece com quem investe em ações, mas não consegue tolerar as altas e baixas da bolsa. Se você é conservador, há grandes chances de ficar nervoso com os indicativos de prejuízo e realizar perdas sem considerar a maturação do investimento.

Por outro lado, desconsiderar essa classificação pode levar à perda de oportunidades e ao subaproveitamento do seu planejamento financeiro. Pense em um investidor com um perfil moderado, mas que investe apenas em opções conservadoras.

Nesse caso, ele poderia aproveitar algumas oportunidades mais arriscadas e, assim, aumentar o potencial de ganhos. Em vez disso, tem um portfólio com retorno muito limitado, já que não considera essa característica.

Portanto, usar seu perfil de investidor é essencial para se orientar no mercado financeiro de forma mais tranquila e assertiva. Com base nele, é possível fazer escolhas mais convenientes e alinhadas às suas possibilidades e necessidades — ampliando as chances de realizar seus objetivos financeiros.

Conclusão 

Agora você sabe o que o perfil de investidor significa e como ele é relevante para as suas decisões de investimento. Por isso, é essencial identificar em qual classificação você se encaixa e usar o resultado para orientar a implementação da sua estratégia enquanto investidor.

Essas informações foram úteis? Se quiser ajuda para investir de modo personalizado e alinhado ao seu perfil, fale com um de nossos planejadores financeiros do Meu Patrimônio!

 

COMPARTILHE:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email